Follow by Email

terça-feira, 11 de março de 2014

POR UMA INTERNET LIVRE E UMA TV MAIS DEMOCRÁTICA NO BRASIL



Em seu livro, 1988, o autor inglês  Jorge Orwell vislumbrou a figura de um Big Brother que controla atos de toda a humanidade e invadiria a privacidade de todos os seres da terra.  Os recentes casos de espionagem internacional feita pela da CIA (Agência Central de Inteligência dos EUA), lamentável programa internacional, cuja versão brasileira tem o título de BBB e está longe de ser uma exposição de situações da realidade e o fato de eu, assim como alguns amigos termos nossos perfis de facebook copiados para divulgarem produtos que não usamos, não gostamos e jamais divulgaríamos tem me feito ponderar bastante sobre os prós e os contras de continuar utilizando essas mídias sociais.

A internet, apesar de todas as contradições resultantes não da sua tecnologia mas do uso que homens e mulheres dela fazem, ainda é um meio de comunicação bem mais democrático do que as TVs, os jornais e as rádios no nosso país. O melhor exemplo disso, é que sem esse meio, não teriam havido as manifestações de crianças, jovens e adultos em junho do ano passado. No entanto, não podemos permitir que se efetive qualquer tentativa de controlar a possibilidade de limitar esse potencial instrumento de comunicação e educação para a cidadania. Solicito a todos os meus amigos que assinem o abaixo- assinado ou ao menos o divulguem para que as pessoas se manifestem em relação ao que está posto no Brasil. 

AQUELE ABRAÇO DE VERA PASSOS
Se você quiser se informar quando as TVs brasileiras começaram a ser controladas pelos políticos e grandes corporações, acesse alguns dos links abaixo:

MORRE ACM, um ícone do coronelismo eletrônico
http://fndc.org.br/noticias/acm-morre-um-icone-do-coronelismo-eletronico-168772/
ACM: Poder e Mídia e Política no Brasil
http://www.cebela.org.br/imagens/Materia/2001-2%20107-128%20antonio%20albino.pdf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sem muitos gerúndios, longas esperas e musiquinhas, o seu comentário é, de fato, importante para nós! Fique calmo, pois não vamos desligar a nossa ligação virtual, ok?